DPDF apresenta Frente pela Educação em Direitos no II Fórum Distrital Brasília Cidadã

19 de junho de 2018 – O subdefensor público-geral do Distrito Federal, Danniel Vargas, apresentou, na manhã desta terça-feira (19), o projeto Frente pela Educação em Direitos, no II Fórum Distrital Brasília Cidadã, realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. O evento contou com a participação de diversas autoridades e instituições com o intuito de unir organizações da sociedade civil, voluntários, membros dos conselhos e o governo em busca do fortalecimento dos canais de participação e controle social.

Além da Defensoria do DF, o projeto Frente pela Educação em Direitos também é integrado pelas seguintes instituições e órgãos: Associação da Carreira Auditoria Tributária do Distrito Federal – ACATE; Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos do DF – APADA/DF; Associação dos Conselheiros Tutelares do Distrito Federal; Associação dos Defensores Públicos do Distrito Federal – ADEP-DF; Associação dos Magistrados do Distrito Federal – AMAGIS/DF; Associação Nacional dos Defensores Públicos – Anadep; Centro de Apoio ao Surdo do Distrito Federal – CAS/DF; Comunhão e Direito – Movimento dos Focolares; Controladoria-Geral do Distrito Federal – CGDF; Escola da Magistratura do Distrito Federal – ESMA/DF; Espaço Mege DF; Instituto Brasileiro de Educação em direitos e Fraternidade – IEDF; Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP; Observatório Social de Brasília; Pastoral da Menor da Arquidiocese de Brasília; Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional; Programa Brasília Cidadã; Programa de Educação Fiscal do DF; Rede Solidária Anjos do Amanhã – TJDFT; Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Social – SEDESTMIDH; Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal – SEEDF; Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal – SEF; Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude – SECRIA; SESI – Programa ViraVida; Sindicato da Carreira de Auditoria Tributário do Distrito Federal – SINAFITE e a Vara da Infância e da Juventude do DF.

Na ocasião, Vargas falou sobre a nova parceria da Defensoria Pública do Distrito Federal com o programa Brasília Cidadã e sua importância para o fortalecimento da participação social. “É o engajamento da sociedade civil na construção de uma sociedade livre, justa e solidária que transforma um país. Portanto, essa ponte criada entre a sociedade civil e o Estado é fundamental, porque aponta o caminho para uma sociedade mais justa e mais igualitária. E essa também é a missão da Defensoria Pública – prover assistência jurídica e espalhar cidadania para todas as pessoas que vivem em um cenário de exclusão. É com muito orgulho e com muita honra que nós nos integramos ao programa Brasília Cidadã.”, declarou subdefensor público-geral.

O subdefensor citou e agradeceu a todas as instituições parceiras do movimento e fez, ainda, uma pequena introdução sobre o projeto Conhecer Direito. Na oportunidade, o advogado, ex-aluno do projeto e assessor da Escola de Assistência Jurídica (Easjur), Vítor Sampaio, falou sobre sua trajetória e sobre a importância dessa iniciativa pela educação em direitos. “Eu sou fruto de um trabalho de solidariedade, de voluntariado. A educação em direitos transformou a minha vida e a minha realidade. Estou muito feliz e muito grato à Defensoria e a todas as instituições que compõem a Frente pela Educação em Direitos. Quando estamos cercados de instituições que compartilham de uma paixão coletiva por um objetivo em comum com entusiasmo e com responsabilidade, tudo é possível. Então, desde já, eu sou Brasília Cidadã e convido a todos a serem Frente pela Educação em Direitos”, concluiu.

O programa Brasília Cidadã é uma integração de políticas públicas, composta por ações voluntárias, mecanismos de participação e controle social que enxerga o cidadão como protagonista no desenvolvimento da cidade, que se preocupa com a sustentabilidade e a qualidade de vida na busca pela redução de desigualdades.

Estiveram presentes ao evento, entre outras autoridades e entidades, o governador do DF, Rodrigo Rollemberg; a secretária-adjunta de Políticas para Mulheres, Direitos Humanos e Igualdade Racial e coordenadora do Comitê Gestor Brasília Cidadã, Joana Mello; o secretário das Cidades, Hamilton Esteves; o secretário de Educação do DF, Júlio Gregório; o secretário de Segurança Pública e da Paz Social, Cristiano Sampaio; o secretário controlador-geral, Lúcio de Pinho Filho; e o diretor da Escola de Assistência Jurídica (Easjur/DPDF), Evenin Ávila.

Mariana Landim

da Assessoria de Comunicação.