Frente pela Educação em Direitos é lançada em evento na sede da DPDF

14 de junho de 2018 – Foi realizada nesta quarta-feira (13) cerimônia de lançamento da Frente pela Educação em Direitos na sede da Defensoria Pública do DF. A iniciativa representa a união de entidades, instituições e órgãos que passam a atuar de forma integrada para planejar e realizar atividades voltadas para a educação em direitos em prol da transformação social por meio da cultura da informação, da fraternidade e da dignidade da pessoa humana.

Na abertura da cerimônia, a defensora pública-geral, Maria de Nápolis, agradeceu a presença de todos e destacou que a Defensoria é uma instituição do povo e, portanto, de todos ali presentes. “A Defensoria trabalha para a parcela excluída da população, para empoderar essa população vulnerável. Por meio da educação podemos alcançar nossos objetivos e chegar onde quisermos”, disse a defensora pública geral.

Em seguida, o subdefensor público-geral, Danniel Vargas, falou sobre a importância da iniciativa e da educação em direitos com a integração de todas as instituições ali presentes. “A oportunidade de construirmos juntos esse projeto da Frente é a garantia de que não estamos sós. Esse é um projeto de cada um de nós!”, disse.

Vargas também falou sobre o Conhecer Direito, um dos primeiros projetos da Defensoria. Na ocasião, Vítor Sampaio, ex-aluno do projeto e hoje assessor da Escola de Assistência Jurídica (Easjur), prestou seu depoimento acerca da importância da educação em direitos. “Sou, junto com milhares de colegas, exemplo do sucesso do projeto Conhecer Direito. Pelo projeto, tive a oportunidade de entender o que é o Direito e, com isso, tirar minha família de uma situação de humilhação em que vivíamos”, destacou.

A procuradora da Fazenda Nacional, Regina Hirose, proferiu uma pequena palestra sobre corrupção e sonegação de impostos e a importância da consciência coletiva na educação em direitos. “Estou impressionada com o número de instituições aqui representadas. Precisamos mudar paradigmas e só a educação é capaz de fazer isso”, declarou.

Também na cerimônia, foi lançado o site da Frente pela Educação em Direitos, como um espaço de colaboração entre as instituições para divulgação de seus projetos. O diretor da Escola da Defensoria (Easjur), Evenin Ávila, apresentou o portal e deixou claro que este é um projeto de todos. “O site da Frente é um espaço para repercutirmos nossas ações específicas dentro de um plano compartilhado e horizontal. É um ponto de convergência. Somos diferentes, mas podemos nos unir como saída para a transformação!”, afirmou.

Para saber mais sobre a Frente pela Educação em Direitos e participar do projeto, acesse: http://www.frentedaeducacaoemdireitos.com.br.

 

Mariana Landim

da Assessoria de Comunicação